Pós férias | Como controlar o apetite por doces

Ano novo, hábitos novos! Quem não tem aquela vontade de comer doce e estragar a dieta? A doutora Sheila Mustafá conta como controlar o apetite por doces.

Ano novo, hábitos novos, é isso? Nem sempre! Na dieta, a maioria das pessoas começar de fato após o mês de janeiro, período de férias em que muitos ainda deixam passar as guloseimas favoritas. Óbvio que não existe certo ou errado e o que importa é você se sentir bem consigo mesma, mas para quem deseja maneirar a situação, a doutora Sheila Mustafá conta como controlar o apetite por doces.

Calma! Essa vontade louca por doce e alimentos refinados tem uma explicação bioquímica e a chance de agirmos diferente.

“A vontade de comer doce está relacionada principalmente á ativação de centros cerebrais e liberação de neurotransmissores responsáveis pela sensação de prazer e bem estar. O problema é que o consumo excessivo de açúcar vem aumentando o aparecimento de doenças crônicas e o peso da população.

De acordo com pesquisa do ministério da saúde, 20% dos brasileiros ingerem doces pelo menos cinco ou mais dias da semana. Os efeitos nocivos do açúcar afeta o organismo como um todo aumentando a necessidade de intervenção profissional, para melhorar as estratégias nutricionais com mudança de hábito e prevenção de doenças.

Ano novo, hábitos novos! Quem não tem aquela vontade de comer doce e estragar a dieta? A doutora Sheila Mustafá conta como controlar o apetite por doces.

A mente grava tudo refletindo num ciclo vicioso, ou seja, quanto mais doce se consome mais vontade aparece. O açúcar é um componente alimentar que influencia demais nesse mecanismo e quando consumido exageradamente e descontrolado inicia o ciclo vicioso comprometendo o equilíbrio do metabolismo corporal e elevando a inulina, piorando o quadro de doenças ou obesidade.

O consumo de nutrientes específicos pode ajudar no controle dessa vontade de comer doce, devido á atuação em diferentes vias do organismo que equilibram o desejo. Uma alternativa é consumir o cromo, um mineral traço essencial que participa ativamente do metabolismo do carboidrato, potencializando a ação da insulina e melhorando a intolerância a glicose e automaticamente diminuindo a vontade pelo doce. Aumentar o consumo de fibras e alimentos de índice glicêmico baixo (integrais, por exemplo), consumir, frutas, verduras, legumes, leguminosas, oleaginosas (castanhas em geral), frutas, chocolate acima de 70% cacau, frutas roxas (mirtilo, framboesa e amora), aplicar mindful eating diariamente, são condutas que levam a mudanças duradouras das emoções e bioquímicas”, explica a nutricionista.


Comer consciente e saber o que comer pode ser a chave do nosso sucesso!

E aproveita para conferir outras dicas da Dra Sheila em – Cuidados com o rosto • Limpeza de pele e peeling de cristal.

Imagens:  Louis Vuitton Spring 2012 Campaign via Fashion Gone Rogue

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *