Roteiro de 6 dias no Chile durante o Verão

Inspirada por minha recente viagem ao país, preparei um roteiro de 6 dias no Chile durante o Verão, onde conto a programação que eu fiz.

Não é só o Valle Nevado que faz os turistas quererem conhecer o Chile. Quando a neve derrete, a paisagem chilena revela o outro lado da sua beleza, inclusive em passeios que só é possível fazer durante a estação. Inspirada por minha recente viagem ao país, preparei um roteiro de 6 dias no Chiledurante o Verão, onde conto a programação que eu fiz pensando nas minhas demandas e expectativas no país.

No Chile, o pôr do sol acontece por volta das 21h, o que quer dizer, que você tem bastante tempo para fazer os passeios durante o dia.

Inspirada por minha recente viagem ao país, preparei um roteiro de 6 dias no Chile durante o Verão, onde conto a programação que eu fiz.

DIA 1

Eu sai de São Paulo no começo da tarde e desembarquei no Chile por volta das 16h30. Fiz o check in no hotel e aproveitei o resto do dia para conhecer alguns pontos turísticos rápidos. Caminha até a Plaza das Armas para conhecer as construções e a Catedral Metropolitana de Santiago. Se quiser badalar no final da noite, minha recomendação é o barrio Bellavista! Lá existem diversos bares e restaurantes para ir vários dias da viagem.

Inspirada por minha recente viagem ao país, preparei um roteiro de 6 dias no Chile durante o Verão, onde conto a programação que eu fiz.

Plaza das Armas

DIA 2

Comecei o dia pela Casa De La Moneda, que é a sede do governo chileno.  No caminho você encontrará um pouco mais da arquitetura chilena e bons cenários para fotos. De lá, é possível ir a pé ou de metro até o Cerro Santa Lucia Hill e o Castillo Hidalgo, ambos dentro de um dos parques mais bonitos de Santiago, com uma construção antiga maravilhosa que leva a um mirante onde pode-se observar a Cordilheira dos Andes. Passei pelo Barrio Lastarria e fui até Mercado Central de Santiago para uma refeição chilena! Lá está o restaurante El Galeón que serve frutos do mar, além do prato típico do país, o Pastel de Choclo – uma espécie do nosso escondidinho, mas que leva milho no lugar da batata. No mercado você vai encontrar várias barracas para souvenires também! Segui em direção a um dos cantos mais charmosos da cidade, o Barrio Paris-Londres, que é o cruzamento de duas ruas principais – a Calle Paris e Calle Londres – e conta com um quarteirão construído no estilo europeu. A noite ir, vale ir mais uma vez ao Barrio Bellavista para jantar ou badalar.

Inspirada por minha recente viagem ao país, preparei um roteiro de 6 dias no Chile durante o Verão, onde conto a programação que eu fiz.
Cerro Santa Lucia Hill

DIA 3

Um dia para a arte chilena! Não consegui ir em todos, mas vale a visita ao Museo de Bellas Artes, o Museo de Arte Pré-Colombino e, se for fã do Pablo Neruda, ao Museo La Chascona, que fica em uma das três casas que o escritor tinha no Chile. Em frente ao Museo Bellas Artes, você pode conhecer o Parque Florestal e passar pela Plaza Baquedano, onde tem um feirinha de artesanato. De metro (estação Baquedano), segui a estação Tobalaba próxima a Avenida Providencia,ao Costenera Center, um shopping com mais de 200 lojas, incluindo as gringas H&M, TopShop e Zara, além das lojas de departamentos famosas no país: París, Falabella e Ripley. Aproveitei para almoçar por lá e de sobremesa, a sorveteria Emporio La Rosa, dona de um doa 25 melhores sorvetes do mundo! Dentro do shopping, está o Sky Costenera, o maior mirante da América Latina, com 62 andares e 300 metros de altura. Se estiver com tempo, espere para ver o por do sol de lá!

Inspirada por minha recente viagem ao país, preparei um roteiro de 6 dias no Chile durante o Verão, onde conto a programação que eu fiz.
Sky Costenera

DIA 4

O verão é a melhor época para fazer o passeio que inclui Cajon de Maipo + Banos de Colina + Embalse el Yeso. O Cajon del Maipo é um lugar escondido, cercado pela natureza já que está ao pé da Cordilheira dos Andes. Nele estão dois vales de tirar o fôlego: o reservatório de El Yeso e os banhos de Banos de Colina. Esse último, está localizado a 2.500 metros, perto da fronteira com a Argentina, no sopé do Vulcão San José. Existem 9
piscinas naturais com temperaturas entre 25 a 55oC, para você desfrutar de um banho relaxante e terapêutico de águas minerais (e lama), enquanto observa uma paisagem fascinante. Já o Embalse el Yeso é um lago artificial e a principal fonte de água potável de Santiago e mais uma visão deslumbrante! Por lá, as agências costumam fazer um piquenique com vinho, queijos e petiscos.

{Eu fui com a Bella Bike e comprei o meu pacote no decolar.com, onde achei o preço mais barato e confiável. Valeu cada centavo e falaremos disso em outro post! }

Inspirada por minha recente viagem ao país, preparei um roteiro de 6 dias no Chile durante o Verão, onde conto a programação que eu fiz.
Banos de Collina

DIA 5

No verão, vale explorar por mais tempo as cidades litorâneas do Chile! Na noite do quarto dia, fui de ônibus até Valparaíso (1h30 de viagem), cidade portuária com pequenas praias e me hospedei por lá. Comecei o quinto dia já na região e peguei o metro até a Viña del Mar. A primeira parada
foi o famoso Relógio de Flores, seguindo em direção ao Castillo Wulff, uma construção encomendada em 1904. De lá, tirei o dia para passear nas praias banhadas pelo oceano pacífico, como a Caleta Abarca, Acapulco e El Sol. A Playa los Cañones foi a melhor para fazer uma parada e aproveitar o dia. Apesar do mar ser muito (MUITO) gelado, o local é tranquilo e belíssimo. Antes do por do sol, fui até a famosa Playa Reñaca para conhecer. De volta ao centro da cidade, a noite, vale escolher um dos bares da Calle 7 Nte! Conheci o Barbones, onde fazem as famosas Chorrilanas, uma porção de batatas fritas com corte mais grosso e crocante, carne desfiada deliciosamente temperada e dois ovos fritos, além dos drinks de pisco e mojito de framboesa.

Inspirada por minha recente viagem ao país, preparei um roteiro de 6 dias no Chile durante o Verão, onde conto a programação que eu fiz.
Viña del Mar

DIA 6

Em Valparaíso, a primeira visita é ao Porto de Valparaíso. Lá você também encontra o comércio local e em alguns passos chega à Plaza Sotomayor, a sede para o Monumento à Todos os Heróis de Iquique, que guarda os restos mortais de soldados que atuaram nos combates navais de Iquique e Punta Gruesa, ainda no século XIX.  Lá perto está a La Escala Galería, uma galeria de arte que não estava em nenhum roteiro, achei por um acaso e vale a visita para entender a arte contemporânea chilena. Depois disso, Valparaíso é repleto de Cerros que vale tirar umas boas horas para caminhar entre eles e descobrir essa cidade colorida, de pequenas ruas, vilelas e grafites. Os mais famosos são o Cerro Concepción e Cerro Alegre. Neste último, o restaurante Café del Pintor é uma ótima parada para uma boa refeição regada a arte.

Inspirada por minha recente viagem ao país, preparei um roteiro de 6 dias no Chile durante o Verão, onde conto a programação que eu fiz.
Cerro Alegre

Meu roteiro acaba de volta ao hotel e partindo para rodoviária rumo a Santiago para o voo de madrugada.

Durante os meus 6 dias de Chile, não consegui ir em uma vinícola, mas se for possível, vá! Em Santiago, a mais famosa é a Concha y Toro, onde está o restaurante de mesmo nome.

Fotos: Beatriz Arvatti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *