Em um ano acontece muita coisa…

Em um ano acontece muita coisa. Se em 2020 foi o ano de encerramentos e recomeços pra mim, 2021 foi o ano de reafirmar, descobrir, e principalmente sentir! De sentir que até mesmo quando eu não sabia o que estava sentindo, eu já estava sentindo. Porque se como disse Los Hermanos “não dizer o que eu penso já é pensar em dizer”, não saber o que eu sinto, já é sentir.

Eu talvez teria evitado dores se eu pudesse voltar no passado e dizer pra aquela Beatriz de 2020 que é genuinamente verdadeiro o “vai ficar tudo bem” ou o “dar tempo ao tempo”. Mas que bom que eu não sabia, porque a surpresa do superar expectativas é a melhor maneira de finalizar um ano.

2021 foi isso: superar expectativas. No profissional, no afetivo, nas amizades, no financeiro, na saúde e em todas as áreas. Parece que minha nova regra/meta “viver 15 minutos de cada vez” é uma boa regra/meta/prática.

Essa semana li que a gente não tem o poder de controlar nada, mas temos o poder de escolher muito!

Em 2021 fiz muitas escolhas durante meus 15 minutos de cada vez. Escolhas que me tiraram da zona de conforto, que me fizeram enxergar além, reconhecer o que eu tenho hoje e parar de olhar pra trás. Escolhas de dar um passo de cada vez, sem remoer, sem desacreditar do que já acreditei, mas ressignificando minhas crenças e sonhos. Escolhas de enxergar o que e quem está exatamente a minha frente. Escolhas de passar a acreditar num melhor para mim que eu nem sabia que existia. E mais uma vez, superar expectativas! 

E isso não significa que não dá saudade de muita coisa. Nem que tudo o que eu escrevi lá atrás foi em vão ou coisa de momento. Tem muita coisa que eu ainda acredito das coisas mais secretas que já escrevi, mas foi o ano de ver que em 15 minutos dá pra fazer e entender muita coisa. Foi o ano de ver que a tomada de consciência as vezes demora mais de um ano pra vir, mas quando vem, em 15 minutos ela muda tudo!

E como é estranha essa sensação de que passou rápido demais e ao mesmo tempo parecem anos. Porque ora parece que 2020 e 2021 é uma coisa só, ora parece que tem uma eternidade dentro de mim que distancia os dois. Você também sente isso?

Vai ver é porque mudamos muito nesses dois anos que vivemos o que nunca foi vivido por nós. Ou porque chega uma hora que a gente se desprende e voa sem mais ter importância os dias ou meses.

O que aconteceu naquele mês mesmo? Eu não sei, mas se você me perguntar, nos últimos 15 minutos, 3 anos se passaram pela minha cabeça.

Para o ano de 2022: sinto muito, me perdoe, eu te amo e sou grata meus queridos 2019, 2020 e 2021 🤍